Quais As Semelhanças (E Diferenças) Entre As Barras De Access® E O Thetahealing®

QUAIS AS SEMELHANÇAS (E DIFERENÇAS) ENTRE AS BARRAS DE ACCESS® E O THETAHEALING®

A principal dúvida das pessoas é sobre as diferenças entre o Thetahealing® e as Barras de Access® e qual técnica é a mais recomendada ao seu caso.

Tenho a intenção de futuramente escrever outros artigos falando sobre outras técnicas que também guardam semelhanças.

Por ser facilitadora de Barras de Access® (ser “facilitador” significa que posso dar cursos) e thetahealer, achei importante compartilhar meu ponto de vista sobre as semelhanças e diferenças entre as técnicas a fim de contribuir para maior clareza daqueles que partilham essa dúvida.

O ThetaHealing® é uma técnica quântica e vibracional canalizada pela americana Vianna Stiball. Apesar de recente no Brasil (pouco mais de 10 anos), o ThetaHealing® possui mais de 35 anos de existência, com presença sólida em quarenta países e mais de 500 mil usuários em todo o mundo. Para saber mais, sugiro que veja o artigo que publiquei sobre ThetaHealing® antes de prosseguir nessa leitura.

As Barras de Access® foi canalizada por Gary Douglas. É mais recente no Brasil, embora tenha expandido muito rapidamente aqui. Apesar do ar de novidade, a técnica é tão antiga quanto o ThetaHealing, pois, foi a técnica inaugural e a mais fundamental do Access Consciousness™, que conta hoje com mais de 80 técnicas ou processos corporais. Para saber mais recomendo que leia o artigo específico sobre as Barras de Access®

Isto posto, vamos as semelhanças e diferenças de cada técnicas:

O que o ThetaHealing® tem em comum com as Barras de Access®
Ambas são técnicas de cura quântica de originadas nos EUA. Embora recentes no Brasil, possuem mais de duas décadas de existência. Além disso, as duas são poderosas ferramentas de liberação de crenças limitantes e paradigmas, rompendo com a vivência de experiências de padrão repetitivo.

As sessões causam uma profunda sensação de relaxamento, pois colocam a pessoa no estado de onda cerebral theta, somente alcançada após horas de meditação profunda. Este é o estado de semi-vigília. Estamos funcionando em onda cerebral theta nos primeiros segundos ou minutos ao acordar e justamente por isso é tão importante observar nossos primeiros pensamentos e palavras do dia. Quando estamos em theta, a capacidade de manifestar algo é tremendamente elevada. Pode-se dizer que são os primeiros pensamentos, sentimentos, palavras ou desejos que definem como será o seu dia.

Esse efeito foi analisado por neurocientistas. No caso do ThetaHealing®, os eletrodos foram colocados em Vianna e nas pessoas que recebiam a técnica, o que permitiu comprovar que tanto o thetahealer quanto o receptor funcionam em theta. Experimentos semelhantes foram realizados durante sessões de Barras de Access® chegando ao resultado de que a pessoa que recebe a técnica também fica em theta.
Tanto as Barras de Access Consciousness® quanto o ThetaHeling® reconhecem os saberes e “a verdade do corpo”.

Ambas trazem benefícios representativos para pessoas que sofrem de depressão, ansiedade, medos, fobias, dores emocionais e físicas e outros problemas de saúde, e também para aquelas que precisam desprender determinados padrões para evoluir ou desempenhar determinadas habilidades que possibilitam ter mais abundância, vida emocional, profissional e financeira equilibrada, melhora nos relacionamentos, etc.

O que o Thetahealing® e as Barras® têm de diferente?
Proprietário: Diva Fonte: AccessConsciousness.com

A primeira e mais notável diferença está em como as técnicas são realizadas. O ThetaHealing® pode ser realizado a distância porque é uma técnica vibracional dependente de sintonia e estado de permissão de quem recebe. Por meio da técnica do ThetaHealing que pode ser descrito como método misto de oração e meditação, realiza-se a conexão com a Fonte Criadora ou Criador de Tudo O Que É. O nível de permissão é o primeiro e mais importante fator para que a sessão tenha efeito. Nada em ThetaHealing® é realizado sem autorização e para além dela existe o estado de permissão – tanto do thetahealer quanto de quem recebe!

De outro lado, a sessão de Barras de Access® não pode ser realizada à distância, pois, em essência, trata-se de uma técnica corporal. Não é possível realizar uma sessão de massagem à distância, logo, as Barras de Access® também não podem ser feitas dessa forma. Embora as Barras® sejam realizadas a partir da em energia, o acesso à consciência que a técnica visa inclui a consciência do corpo. Isso, no entanto, será melhor abordado em artigo futuro.

Como técnica corporal, as Barras® não utilizam a fala. Um practioner de Barras® pode ativar os pontos das Barras de Access® sem que seja necessário dizer uma só palavra. Embora seja usual conversar com o cliente antes da realização da técnica, se ela não existir as Barras® poderão ser corridas do mesmo modo. O ThetaHealing® é diferente!

Todo o trabalho de digging (escavação de crenças) para chegar à crença raiz e mudar o padrão que a pessoa “funciona” é realizado com base em perguntas e respostas. Tal como as Barras®, o ThetaHealing® também reconhece (e recorre) a sabedoria do corpo.

Teste energético no ThetaHealing
Este teste muscular ou cinesiológico do ThetaHealing® é o reconhecimento da verdade do corpo, que no entendimento tanto dessa quanto do Access Consciousness® nunca mente. É assim que a presença ou ausência de crenças são testadas, sendo parte fundamental do trabalho de digging.

As Barras® não se preocupa na identificação da crença raiz. Ela objetiva a erradicação do conteúdo limitante por meio de uma varredura global, que toca todas as áreas da vida. O relacionamento que você tem com seu corpo, os pontos de vista que herdou de seus pais e ancestrais, seus julgamentos sobre dinheiro… Na medida em que as Barras® correm, tudo isso é erradicado permitindo que você funcione a partir de seu Ser Infinito ou Eu sou. Depois de receber uma sessão de Barras de Access® você pode não saber o que eliminou, embora perceba maior leveza e facilidade para realizar determinadas ações que antes não pareciam “tão fáceis”.

No ThetaHealing®, a identificação e ressignificação do padrão pela substituição do conteúdo limitante por um conteúdo expansivo é fundamental. Diferente das Barras®, a pessoa sabe exatamente qual área foi tocada, o que permite adquirir muito mais clareza não apenas sobre aquele tema, mas, sobre vários outros que de algum modo eram “tocados” por aquela crença limitante.

Logo, se você se sente desconfortável em falar sobre suas questões ou simplesmente tem dificuldade em falar, talvez seja mais interessante começar pelas Barras de Access® ao invés do ThetaHealing®. Mas se para você é muito mais importante compreender de onde vem seus bloqueios e porque você não consegue sair de determinado padrão, o ThetaHealing® será muito contributivo!

As Barras de Access® são uma das técnicas dessa grande caixa de ferramentas chamada Access Consciousness™. Se a sua busca é algo bem específico tal como vender uma casa ou encontrar sua alma gêmea, por exemplo, pode não sentir que as Barras® contribuem de maneira efetiva. Existem processos de manifestação (o que em Access Consciousness™ é chamado “atualização”) que propiciam a concretização de determinado objetivo. Porém, esse processo não faz parte das Barras de Access®. Por outro lado, o trabalho de manifestação é algo que todos os thetahealers são habilitados a realizar.

Cada sessão de ThetaHealing® trabalha em um objetivo. Uma sessão de trinta minutos pode ser pouco tempo para alcançar o objetivo e por isso eu não ofereço sessões curtas, exceto em feiras e eventos a fim de demonstrar a técnica. As sessões de 1 hora também podem ser insuficientes para dar o resultado que a pessoa busca, porque tudo depende de quão profunda e intrincadas são as raízes dessa crença – e se há falta de permissão há de se considerar antes realizar o trabalho de abertura, para ver quais seus pontos de vista sobre ThetaHealing®, o trabalho energético, confiança no thetahealer , crença ou descrença em Deus (entenda-se: Mente Universal, Criador de Tudo O Que É, Atanaha, Inteligência Superior, Fonte Criadora) e se a pessoa tem uma convicção. Se todos os fatores contribuem para a fluidez da sessão, a sessão de 1 hora pode abordar mais de um tema com excelentes resultados e, o mais importante: não é necessário repetir. Uma vez liberado, o conteúdo não mais retorna, exceto se a pessoa escolhe diferente.

Barras de Access em Nova Delhi
Nas Barras®, a convicção, a crença e fé no Criador pouco importam. Não faz nenhuma diferença se você é ateu, se acredita que as Barras® podem ajuda-lo, se está firme sobre determinada escolha que acha que fez e não quer soltar. Na medida em que as Barras® são ativadas, os pontos de vista limitantes são erradicados. Simples assim! Porém, diferente do ThetaHealing®, a repetição das sessões é algo fundamental. Afinal, somos bombardeados o tempo todo por muita informação negativa e limitante a qual, sem perceber, podemos estar nos alinhando e antes que possamos nos dar conta, estamos regredindo no padrão de liberdade adquirido. Repetir a sessão 10 vezes é a maneira de deixar esse padrão mais firme, mais perene e criar o bom hábito de, periodicamente, retornar para correr suas Barras tal como faz com o médico, o dentista…

No ThetaHealing® é você que determina quando vai voltar, se precisa voltar, porque tudo é ressignificado e não retorna. É preciso se empenhar muito e usar de grande força criativa para colocar de volta um padrão que se libertou.

Espero que o artigo contribua para sua escolha e, se desejar, reserve um horário comigo clicando aqui! Estou à sua disposição!

Namaste!

Imagens: Pixabay, Foto Barras em Nova Deli: Access Consciousness (site oficial).
Texto: Maira Fuzii. Todos os direitos reservados.


Compartilhe:



Sagrado & Feminino

Um espaço para refletir a relação corpo, mente e coração e do indivíduo com planeta e a humanidade.

TOP